Dicas para posicionamento de quadros

Os quadros são itens decorativos que independente do estilo são sempre bem-vindos na decoração, pois eles fazem toda diferença quando se está criando um projeto. Além de compor com outros objetos decorativos, os quadros são os que mais demonstram a personalidade dos moradores. São fáceis e práticos, podendo ser em pinturas, fotografias, imagens impressas e pôsteres.

Para quem pretende fazer uma composição de quadros na parede é preciso se atentar a alguns itens como altura, proporção, tipos, tamanho de parede e etc. Procure semelhança entre as imagens, seja por cor, pelo tamanho ou pelo estilo.
Os quadros devem ficar a uma altura padrão de 1,60m – essa dimensão permite que as pessoas tenham uma boa visualização. E não se esqueça de verificar o tamanho de sua parede para definir o tamanho do quadro. Se a parede for grande, ouse e escolha quadros maiores também. Se for pequena tente não pecar para não deixa-la com muitas informações.

Uma ótima dica é cortar papéis no formato das molduras e ir simulando várias combinações, até encontrar alguma que agrade. Escolhidas as posições, coloque uma fita adesiva no lugar que será furado e escolha a bucha de acordo com o peso da moldura.

Veja abaixo alguns modelos de posicionamento dos quadros:
- Forma de retângulo
Uma fórmula convencional, mas sem erros, prevê um quadro maior no centro e outros dispostos simetricamente ao redor, formando um grande retângulo.

- Sem sair do quadrado
Do mesmo modo que a composição acima, esta pede várias molduras de mesmo tamanho para ficar rigorosamente no esquema, o que não é obrigatório. Dispor de outras formas de arte, como uma escultura também é possível deixar um espaço em branco dentro do quadrado.

- Distribuição em dois eixos
É necessário definir dois eixos (horizontal e vertical) e com base neles, os quadros serem alinhados. Com isso, a composição ficará harmônica mesmo com obras de tamanhos e formatos diferentes.

Fonte: Galeria 9