Industrial

O estilo industrial de decoração traz um pouco do charme industrial para dentro das nossas casas. Mas, talvez seja mais correto dizer que foram as casas que invadiram os espaços industriais. Essa tendência teve origem em NY quando inquilinos transformaram antigos galpões em lofts modernos. Entre as principais características deste estilo estão os espaços amplos e rudimentares, com suas estruturas expostas em contraste com uma decoração sofisticada.
 
Características marcantes:

- Concreto e tijolo
A inspiração no design industrial evidencia elementos primários das construções, que ficam expostos sem acabamento em paredes e pisos de tijolo e cimento. O acabamento fica a cargo da suavidade no uso de elementos decorativos, que equilibram a a rigidez das estruturas e traz aconchego aos ambientes.

- Espaços amplos
Semelhante a estrutura dos galpões industriais, os ambientes que seguem este estilo são amplos e funcionais, planejados para integrar os espaços de convivência com muito charme e praticidade. Sem paredes para isolar as pessoas, sala, copa e cozinha se fundem em um único espaço, ideal para receber amigos e familiares com muito conforto e estilo.

- Encanamentos e vigas aparentes
Os encanamentos e vigas aparentes também fazem parte da estrutura crua presente no estilo industrial. Quando colocados em evidência instantaneamente criam uma atmosfera urbana e moderna na decoração. O truque é equilibrar o peso dos metais expostos dando vida aos ambientes através de acessórios descontraídos e cores vibrantes.

- Portas e janelas largas
Fazem parte das estruturas industriais as portas de estilo rústico e janelas largas de vidro e ferro. As portas dão versatilidade aos ambientes, permitindo ampliar espaços ou dar privacidade. As janelas exploram a iluminação natural.

- Dois em um
O estilo industrial é também sobre a otimização dos espaços. Os ambientes não apenas se fundem, mas acumulam funções. Uma sala pode se transformar em quarto quando cai a noite, por exemplo, ou sua cozinha e sala de jantar passam a ocupar um só ambiente. Tudo é possível quando trabalhamos os espaços com criatividade.