Art Nouveau

A arte é um dos pilares fundamentais da arquitetura e do design, geralmente, movimentos artísticos dão o tom que vai ser incorporado na decoração. O movimento do Art Nouveau é um desses, e é bem fácil de acharmos a influência dessa corrente, ainda nos dias de hoje.
Mas primeiramente, o que foi o Art Nouveau?

Art Nouveau, do francês, arte nova, foi um movimento europeu que teve início no final do século XIX e início do século XX e foi o primeiro dos movimentos a unir arquitetura e decoração. Surgido no boom da revolução industrial, esse movimento artístico, buscava demarcar a diferença entre industrialização e trabalho manual, explicando a diferença entre produção de massa e arte.

No geral, o movimento buscava provocar as limitações dos poderes das grandes máquinas industriais, mas também, encaravam o desafio de tornar objetos industriais mais agradáveis. O estilo se baseava em formas assimétricas, florais e animais, fazendo sempre muito uso de ondas e curvas em suas criações. Um outro ponto de destaque é a forte predominância do ferro e do vidro nas criações, sendo o ferro usado para imitar as formas da natureza e o vidro para suavizar a estética.

Um dos destaques do movimento foi a criação e elaboração de cartazes, através da criação da litografia colorida proporcionada pelos avanços tecnológicos da época, com novas formas de letras, layouts e etc. Esse momento foi uma ruptura no design entre as tradicionais formas de pintura vigente, passando para esse momento mais gráfico da arte e decoração.

Nos dias de hoje, o Art Nouveau continua tendo sua influência nos objetos de decoração e arquitetura, mas é necessário ficar atento ao incorporar esse estilo estético, para que não fique uma decoração muito datada. A dica é manter o equilíbrio com os objetos contemporâneos, contrapondo as duas correntes, e evitando assim, um ambiente esteticamente sobrecarregado.